quinta-feira, outubro 13

PA




este livro é de uma importância extrema porque traz em sua raiz criativa e original a ambiguidade de ser em primeiro lugar obra de um rajneeshiano universal e em segundo lugar, ao mesmo tempo (simultaneamente) obra de um ser poético dadaísta antropofágico brasileiro nacionalista futurista.
é uma sequência de idéias e flashes da nova filosofia brasileira-universal em direção a nossa libertação pessoal-coletiva e na estrada budista-zen-etc-e-tal da iluminação do ser.
ele, satyaprem, lá do rajneeshismo nacional-universal entra sorrindo todo vestido da cor vermelha rubra da paixãoe da revolução dos socialismos mundiais e nacionais, existenciais e espirituais e sensuais, aqui no meu quarto e com leve humor na voz quase cantando soa-me igual a sonora e ruidosa poética sensação-informação que ecoa em meus ouvidos nascida das pororocas de imagens e semânticas, dicas e toques, mirabolantes paisagens de suas inspirações. é como um grande rio amazonas este livro com seus igarapés e sua bacia de imaginação e dedicação à revolução da humanidade que este rajnneshiano iluminado poeta além zen budista além tropicalista muito democraticamente nos traz.

nota: a incrível importância dada aos nomes e o respeito profundo que esta sabedoria do mestre rajneesh nos ensina em relação às emanações fluídicas e quadri-dimensionais do espaço-tempo traduzidas sempre em palavras nos dá a dimensão da relação de autor-ator-ecritor-criatura humana deste livro. nomes próprios que são pura poesia viva-ativa a brilhar como uma auréola de luz em cima das pessoas-criaturas-discípulos que assim rebatizados mergulham naquela meta-tema-proposta de nietzsche e/ou marx que diz: "nossa meta é fazer com que a própria vida do homem e da mulher se transforma em permanente incessante obra de arte".

axé!

jorge mautner
rio, 3 de fevereiro de 83.


prefácio do "pa" - livro de poemas do satyaprem,
editado por paulo coelho,
lançado no rio de janeiro, em 1983.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir